24 julho 2018

Roteiro | Dinamarca

A Dinamarca é o único pedaço da Escandinávia que é ligado à Europa continental, fazendo fronteira com a Alemanha. Mas é mais próxima – em espaço e em espírito – dos colegas ao norte do que dos vizinhos ao sul. Copenhague merece vários dias de visita, mesmo que você deixe o carro de lado para passear a pé ou de bicicleta. Depois, explore o interior do país com seu carro alugado, conhecendo suas cidades medievais e os impressionantes fiordes. O Reino da Dinamarca é formada por 406 ilhas, mas a maior parte delas é ligada por excelentes estradas.

A Dinamarca é o único pedaço da Escandinávia que é ligado à Europa continental, fazendo fronteira com a Alemanha. Mas é mais próxima – em espaço e em espírito – dos colegas ao norte do que dos vizinhos ao sul. Copenhague merece vários dias de visita, mesmo que você deixe o carro de lado para passear a pé ou de bicicleta. Depois, explore o interior do país com seu carro alugado, conhecendo suas cidades medievais e os impressionantes fiordes. O Reino da Dinamarca é formada por 406 ilhas, mas a maior parte delas é ligada por excelentes estradas.

Dia 1 e 2 Copenhague – 50 km
Aluguel de carro Copenhague – 50 km
Alugue um carro e curta a capital da Dinamarca com calma e serenidade – traços, aliás, típicos dos próprios moradores. Construções belíssimas, nunca mais altas que seis andares, sempre coloridas e cheias de janelas, rendem uma infinidade de fotos. Fundada em 1167 pelo bispo Absalon, já sob influência católica, Copenhague tem um grande número de castelos, museus e parques interessantes. Comece o passeio pela Radhus (Prefeitura), dotada de um curioso relógio astronômico. Siga depois para a Praça de Gammel Torv e sua encantadora fonte. Pertinho daqui fica o Palácio de Charlottenborg, do século XVII. Encerre o passeio para tomar uma cerveja nos bares de Nyhavm (Porto Novo), a restaurada e fotogênica região do cais do porto de Copenhague, outrora um pedaço degradado da cidade. Comece a apreciar a culinária típica com um smorrebrod, o típico sanduíche dinamarquês 

Slotsholmen
Rodeada pelo porto e por canais que a separam da cidade, a pequena Ilha de Slotsholmen, dentro do Copenhague, abriga uma quantidade impressionante de atrações. Nela fica oPalácio de Christianborg, do século 20; o Folketing (Parlamento), as ruínas da Fortaleza de Absalon, da época da fundação da cidade (século 12) e o museu Teatermuseet, com a história do teatro desde o século 18 e o curioso Museu de Trajes, entre outras atrações.

. O passeio pode continuar no mesmo dia ou no dia seguinte. Mas é preciso se planejar para não deixar passar as seguintes atrações: Palácio de Amelienborg, residência oficial da rainha Margrethe II, formado por quatro palácios idênticos do século 18 (há troca da guarda todos os dias ao meio-dia, não perca!); a Rundetarn (Torre Redonda), erguida a mando do rei Christian IV (que adorava uma obra), em 1642, com um mirante a 209 metros de altura; o Parque Tivoli, primeiro parque de diversões da Europa, da metade do século 19, e a Ilha de Slotsholmen

Culinária dinamarquesa
Nos últimos anos, a culinária dinamarquesa ganhou fãs pelo mundo pelo aproveitamento de ingredientes inusitados – como cascas de árvore. O templo dessa nova gastronomia é o restaurante Noma, eleito melhor do mundo pela Restaurant`s World em 2010. Se você não quiser experimentar essas inovações, tudo bem: a culinária tradicional também vale a pena. Ninguém escapa de um passeio da Dinamarca sem pelo menos um smorrebrod – normal mesmo é provar muitos desses sanduíches abertos típicos, que os locais consomem como almoço. O smorrebrod leva pão, manteiga e uma variedade de recheios, que incluem normalmente peixes defumados e molhos. O mais clássico leva arenque e alcaparras. Também é típico do país o bufê de pratos frios e quentes, novamente com vários tipos de peixes defumados e também embutidos, verduras e queijos. As cervejas, sobretudo as locais Calsberg e Tuborg, acompanham. Os doces dinamarqueses são conhecidos no mundo todo por suas camadas finas de massa intercaladas de cremes e recheios diversos.

. Acredite se quiser, outros palácios e castelos e uma infinidade de bons museus ficaram fora do roteiro – Copenhague é mesmo surpreendente.

Dia 3 Copenhague / Roskilde / Helsingör / Copenhague – 120 km
Aluguel de carro Copenhague / Roskilde / Helsingör / Copenhague – 120 km
São muitas as atrações nas pequenas cidades nos arredores de Copenhague. Escolhemos duas imperdíveis: Roskilde, ao sul da cidade, e Helsingör, à leste da capital. Na Catedral de Roskilde, construída no século 12 em estilo gótico e toda em tijolos, são enterrados os reis dinamarqueses desde a Idade Média. Em Roskilde vale também ver o Vikingeskibshallen, museu onde estão cinco barcos vikings que afundaram no ano 1000. EmHelsingör fica um dos castelos mais famosos do mundo: o Krongborg, erguido entre 1574 e 1585, em estilo holandês renascentista, e reconstruído no século seguinte após um devastador incêndio. É aqui, nesse cenário sombrio, que se passa o clássico Hamlet, de Shakespeare 

 

Helsingor e Hamlet

A frase mais famosa de Hamlet (e uma das mais difundidas do teatro para o mundo) é “Ser ou não ser: eis a questão”. Mas Hamlet também tem outra que ninguém esquece: “Há algo de pobre no reino da Dinamarca”. Ambas saíram da mesma peça do inglês William Shakespeare, escrita em 1600/1601, uma ficção que se passa no Castelo de Helsingör, assombrado pelos ventos frios e pela culpa do príncipe. O visual é mesmo arrebatador: o castelo é cercado por um muro duplo e uma fossa. Várias salas são abertas ao público, entre elas as salas reais, a de cerimoniais e a igreja.

 

 

.

 

 

 

 

 

 

 

Dia 4 Copenhague / Odense – 150 km
Aluguel de carro Copenhague / Odense – 150 km
É hora de deixar a região central do país e seguir para o oeste, com destino a Odense, na Ilha de Fyn. Para chegar lá, é preciso atravessar uma ponte de 18 quilômetros, a segunda maior ponte suspensa do mundo. Odense é a cidade de Hans Christian Andersen, o dinamarquês mais conhecido no mundo, autor de fábulas infantis como O Patinho Feio e A Pequena Sereia

Hans Christian Andersen
Nascido em 1805 em Odense, Hans Christian Andersen teve uma infância pobre. Sua única distração era ouvir as histórias que o pai, sapateiro, contava e encenava, até sua morte, quando Hans tinha 9 anos. Hans logo depois deixou sua casa e foi viver em Copenhague. Foi ator e encenador de teatro até descobrir seu talento para a literatura infantil, aos 20 anos. Escreveu clássicos como O Patinho Feio, A Pequena Sereia, O Soldadinho de Chumbo, As Roupas Novas do Imperador e A Colina dos Elfos. Morreu em Copenhague em 1875, sem deixar filhos.

. Para saber mais sobre o autor, há uma Rota Andersen, mas você pode fazer tudo por conta própria. A casa do escritor é a principal atração da cidade – embora todo mundo ache que só o fato de pisar lá e ver sua magnífica arquitetura e paisagem já valha a visita. Tudo é meio mágico: muitas casas têm um curioso espelho retrovisor nas janelas para que o morador veja a rua (ou bisbilhote, dependendo do contexto), sem ter de sair. Bisbilhote a cidade sem remorsos.

Dia 5 Odense / Arhus – 90 km
Aluguel de carro Odense / Arhus – 90 km
A viagem entre Odense e Arhus passa por cenários fantásticos. Você cruza o mar e entra na Jutland, província com aquelas paisagens que só a Escandinávia tem: fiordes profundos com vilarejos de casas coloridas incrustadas nas encostas, praias serenas (geladíssimas, claro) e muito verde. O destino é Arhus, segunda maior cidade do país. Arhus é um centro cultural fervilhante, com festivais de música clássica, jazz e rock tomando as longas noites do verão. Em setembro, um importante festival de teatro e dança reúne milhares de europeus. Visite a Den Gamle By (Cidade Velha), um museu a céu aberto com 75 casas que abarcam a arquitetura da Dinamarca do século 16 ao século 20. Dentro delas funcionam ateliês e lojas diversas, com produtos incríveis como as famosas porcelanas dinamarquesas, as peças em lã e peles.

Dia 6 Arhus / Copenhague – 240 km
Aluguel de carro Arhus / Copenhague – 240 km
Hora de pegar o caminho de volta para a capital. Como a viagem é curta, aproveite para curtir outras atrações nos arredores de Copenhague, como o Castelo e o Parque de Fredreriksborg, obra renascentista próxima de outra pérola, o Castelo de Fredensborg, residência real durante a primavera e o outono. Ambos ficam em Hillerod, cidade que fica 35 quilômetros a oeste de Copenhague. Quem gosta de arte moderna pode ir ao vilarejo pesqueiro de Humbaek, a 34 quilômetros ao norte da capital, cujo Museu Lousiana conta com uma grande coleção de pintura contemporânea dos países nórdicos. A não ser, é claro, que você prefira entrar diretamente em Copenhague e visitar todos aqueles castelos, museus e parques que faltaram nos primeiros dias. Ou apenas sentar, pedir uma Calsberg e um smorrebrod e ver a vida passar, à dinamarquesa.

 

As melhores locadoras, carros de luxo, transfers e motoristas à sua disposição na Mobility.
Alugue agora o carro que mais combina com essa viagem no site www.mobility.com.br!

Compartilhe com seus Clientes

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: A MOBILITY TURISMO SA utiliza cookies para facilitar o uso e melhor adaptar as Páginas aos seus interesses e necessidades, bem como para compilarmos informações sobre a utilização de nossos sites e serviços, auxiliando a melhorar suas estruturas e seus conteúdos. Os cookies também podem ser utilizados para acelerar suas atividades e experiências futuras nas Páginas.
Abrir Whatsapp
Precisa de Ajuda?
Fale agora com um dos nossos consultores.