Blog Mobility todas
DICAS E ROTEIROS Roteiros Canadá

06 de July de 2018

Roteiro | Canadá: O melhor do leste

Na porção leste do Canadá, convivem pacificamente – como convém ao próprio país, diga-se – as heranças culturais da França e da Inglaterra, seus dois colonizadores. E cada lado parece ter extraído o melhor de seus antepassados, seja na arquitetura, na cultura ou na culinária. Aluguel de carro é uma boa opção para conhecer essa região encantada, de cidades moderníssimas como Toronto e Montréal, paisagem natural e enclaves charmosos. O leste do Canadá é a concretização moderna dos antigos sonhos coloniais europeus.

Na porção leste do Canadá, convivem pacificamente – como convém ao próprio país, diga-se – as heranças culturais da França e da Inglaterra, seus dois colonizadores. E cada lado parece ter extraído o melhor de seus antepassados, seja na arquitetura, na cultura ou na culinária. Aluguel de carro é uma boa opção para conhecer essa região encantada, de cidades moderníssimas como Toronto e Montréal, paisagem natural e enclaves charmosos. O leste do Canadá é a concretização moderna dos antigos sonhos coloniais europeus.


Dia 1 Toronto – 25km
Aluguel de carro Toronto - 25km
Toronto é uma cidade de encantos e surpresas: dizem que é como uma Nova York mais limpa (e um pouco menor). Maior cidade do Canadá, com 4 milhões de habitantes de 100 diferentes culturas, é a capital econômica do país. Para começar em grande estilo, visite a famosa área de Yorkville, onde ficam as lojas mais sofisticadas do país, cafés charmosos e antiquários. Depois, visite a CN Tower 

De 1975 a 2007, a CN Tower foi a construção mais alta do mundo, com a antena incluída: são 533 metros (em 2009, a Canton Tower, na China, assumiu a primeira posição com seus 600 metros). Você não pode chegar lá em cima, mas o belvedere a 447 metros do solo, o mais alto do mundo, já é impressionante o suficiente. Um pouco abaixo, a 346 metros, fica o Horizons Café, disputada lanchonete com vista para toda a cidade. Logo acima, a 360 metros, está o 360, restaurante panorâmico cujo piso dá uma volta completa (de 360 graus) a cada 72 minutos. De cardápio sofisticado, é um dos mais estrelados do país.

e almoce por lá com a vista de 360 graus da cidade (se você não for do tipo que tem vertigens com altura, claro). À tarde, conheça Chinatown, onde imigrantes da Ásia (sobretudo de Hong Kong) não param de chegar e abrir negócios desde a década de 30. Também vale a pena visitar o Kensington Market, que comercializa de tudo desde a década de 20 do século passado.cheap replica handbags

Dia 2 Toronto / Niagara Falls / Toronto – 140 km
Aluguel de carro Toronto / Niagara Falls / Toronto - 140 km
Toronto tem vários pontos turísticos para você aproveitar durante a manhã, como o Queens Quay, píer que fica no Lago Ontário. Ou a badalada Distillery, antiga destilaria que foi ocupada por lojas, galerias e bares. À tarde, você pode visitar as Niagara Falls, a uma hora de carro da cidade, não deixe de alugar o seu. Embora seja considerada (pelos canadenses, claro) uma das sete maravilhas do mundo, ela perde em tamanho e beleza para Foz do Iguaçu. Mesmo assim, até pela mítica, uma visita é inevitável. Ver o volume de 150 milhões de litros de água caindo por minuto é impressionante. Durante a sua permanência nas Cataratas é bom conhecer o Queen Victoria Park ou ainda fazer um tour com o barco Maid of the Mist. No caminho, vale visitar o Botanical Garden e o Floral Clock, um relógio com 16 mil plantas.

Dia 3 Toronto / Algonquin Park / Ottawa – 430 km
Aluguel de carro Toronto / Algonquin Park / Ottawa - 430 km
Saia de Toronto em direção ao maior parque selvagem da província do Ontario. Algonquin, localizado na região de Muskoka, tem uma extensão de 7.725 km quadrados de florestas, lagos, rios e uma abundante vida selvagem 

Algonquin
Um dos programas mais famosos no Algonquin Provincial Park é o safári atrás do imenso alce americano (o moose). Também neste parque é possível ver ouvir o uivo dos lobos – um guia costuma chamá-los do alto de uma das montanhas e eles respondem uivando! No inverno, é possível esquiar aqui. Saiba mais em www.algonquinpark.on.ca .

. Tome um banho de vida selvagem e continue a viagem até Ottawa, capital do Canadá, situada na fronteira das províncias de Ontario e Quebéc.

Dia 4 Ottawa / Québec City – 460 km
Aluguel de carro Ottawa / Québec City - 460 km
Com ares bastante britânicos, Ottawa, a capital política do país, tem até troca da guarda, com chapéu negro de pêlos, uniforme vermelho e tudo. O Parlamento é inspirado nas Houses of Parliament, em Londres, e conta até mesmo com uma réplica do Big Ben. Mas Ottawa não é um pastiche de Inglaterra: seus museus estão entre os mais importantes do mundo e são tremendamente respeitados. Na National Gallery of Canada estão obras de arte de todo o mundo (inclusive dos mestres europeus) e peças históricas do país. Vale a pena ver também o Museu da Civilização, com uma sala repleta de totens esculpidos pelos índios. No inverno, os quase oito quilômetros do Rideau Canal viram a maior pista de patinação ao ar livre do mundo. No final da tarde, siga para Québec City.

Dia 5 Québec City – 40 km
Aluguel de carro Québec City - 40 km
Auto-intitulada a mais europeia das cidades da América do Norte, Québec City fica na porção francesa do país. A referência ao Velho Continente está em tudo, como na peculiaridade dessa ser a única cidade das Américas cercada por muralhas, com 4,6 quilômetros de extensão. Québec City é dividida em Alta (Haute Ville) e Baixa (Basse Ville), bairros unidos por uma escadaria. A parte baixa, também chamada de Nouvelle France, é a histórica, dos primórdios da colonização do Canadá. Ainda hoje as ruas estreitas e as construções de pedra levam o visitante facilmente ao século 17. No alto está o Castelo de Frontenac 

Frontenac
Declarado Patrimônio Mundial da Humanidade, o Château Frontenac foi construído como hotel no final do século 19 e pode ser visto de qualquer ponto da Cidade Alta de Québec City. As acomodações de luxo receberam aristocratas desde então, entre eles presidentes, reis e estrelas. Foi aqui que, no final da Segunda Guerra Mundial, o presidente americano Franklin D. Roosevelt e o primeiro-ministro britânico Winston Churchill acertaram os detalhes – inclusive a data – do Dia D, que marcou o início da derrota nazista no conflito.

. Aproveite a eclética noite da cidade, nos bons bares e restaurantes. No verão, as mesas voltadas para as margens do Rio Saint-Laurent e o porto lotam. Mais boemia? Vá para a região de St-Roch.

Dia 6 Québec City / Montréal – 255 km
Aluguel de carro Québec City / Montréal - 255 km
O melhor trajeto entre Québec City e Montréal é pela pequena estrada Caminho do Rei, que vem margeando o Rio Saint-Laurent e passando por pequenas cidades com estilo francês. No caminho está Cap de Madeleine – santuário católico muito visitado. Também na cidade de Montréal uma das maiores atrações é religiosa: trata-se da Basílica de Notre-Dame, em estilo neogótico, inaugurada em 1829. A cidade é majoritariamente católica, tem sua cultura mais ligada aos colonizadores franceses, mas, assim como o resto do país, divide-se: nas placas, tudo aparece em inglês e francês.

Dia 7 Montréal – 40 km
Aluguel de carro Montréal - 40 km
Não parece, mas Montréal é uma ilha fluvial, no meio do Rio Saint-Laurent. E nem parece mesmo, pois aqui vivem 3 milhões de pessoas. A cidade alia excelentes atrações históricas, mais de 650 parques e áreas verdes, uma agitada vida noturna e cultural. Visite as áreas financeira e comercial, a parte antiga de Montréal, o Estádio Olímpico, o Biodôme (museu de ciência) e Monte Royal, maior parque da cidade. À noite, jogue suas fichas no Casino de Montréal.

Dia 8 Montreal / Upper Canada Village / Thousand Islands / Toronto – 550 km
Aluguel de carro Montreal / Upper Canada Village / Thousand Islands / Toronto - 550 km
Na volta para Toronto, pare primeiro no Upper Canada Village para uma visita 

Upper Canada Village
Localizado à beira do Rio Saint-Laurent, o Upper Canada Village é um vilarejo dos anos 1860 com uma comunidade de aproximadamente 500 pessoas. Ele se parece com um parque temático: tudo lá funciona ou aparente funcionar como se vivesse no final do século 19. A vila é relativamente grande e você passará pelo menos duas horas se quiser visitá-la bem. Vale a pena conhecer a taberna e os moinhos e, claro, dar uma passadinha nas lojas para comprar suvenires.

Após o passeio nostálgico, veja a charmosíssima cidade de Kingston, de onde partem os cruzeiros por Thousand Islands, conjunto de centenas de ilhas na divisa dos Estados Unidos onde ficam castelos, mansões e construções fabulosas. Vários barcos fazem passeios, alguns equipados até com shows particulares de música. Para um tour completo, de três horas, é preciso ter visto dos Estados Unidos. Depois do cruzeiro, siga para Toronto e despeça-se do Canadá com um belo jantar.

 

As melhores locadoras, carros de luxo, transfers e motoristas à sua disposição na Mobility.
Alugue agora o carro que mais combina com essa viagem no site www.mobility.com.br!
Deixe um comentário: