24 novembro 2016

Estradas da Noruega estão entre as mais bonitas do mundo

Características peculiares que as fizeram famosas e admiradas por todo o mundo, as estradas da Noruega se transformaram em objeto de desejo para qualquer turista que gosta de viajar por estrada.

As curvas e inclinações íngremes perdem um pouco da importância diante do cenário que as cercam. A natureza e paisagens paradisíacas são capazes de prender a atenção de qualquer um.

Três dessas vias se destacam ainda mais e, inclusive, estão entre os melhores destinos turísticos do mundo. Basta pegar o carro, escolher o destino e se preparar para incríveis experiências.

Rodovia Atlântica

Eleita pelo Jornal The Guardian como uma das melhores rotas de viagem para se fazer, a Rodovia Atlântica, ou Atlantic Ocean Road, tem 8,3 quilômetros de extensão que, entre oito pontes, viadutos e pequenas ilhas, supera recifes e rochedos na costa norueguesa. Como o próprio nome sugere, a rodovia foi construída às margens do Oceano Atlântico.

Com curvas bastante acentuadas e fechadas, a Atlântica, que pertence à estrada Nacional AP 64, é o destino turístico procurado por quem deseja conhecer a costa escandinava. O início da via fica na cidade de Kristiansund e termina em Molde, ambas pertencentes ao condado de Møre og Romsdal.

Construída em 1989 e com design muito peculiar (quem já passou por lá garante que a sensação é a mesma de estar em uma montanha-russa), a rodovia foi considerada, em 2005, a construção norueguesa do século. Ao longo dela, é possível encontrar pontos de paradas estrategicamente localizados, restaurantes e outros serviços. A via também é equipada com pedágios e fiscalização.

Rodovia Lyseboth

Com 29 quilômetros de extensão, a Lyseboth é uma das rodovias mais populares da Noruega. Ela tem início na cidade de mesmo nome e termina na comuna de Sirdal. Apesar das 27 curvas sinuosas, a principal característica da via é um túnel de 1.100 metros de comprimento. Nele, é possível encontrar diversos obstáculos e muita emoção.

Lyseboth possui asfalto perfeitamente liso e tem o ponto mais alto a 950 metros acima do mar. Um pouco antes, cerca de 640 metros, encontra-se um restaurante panorâmico, que além da gastronomia, permite visão privilegiada de toda a paisagem, composta basicamente por montanhas.

Considerada uma das mais desafiadoras de toda a Europa, a rodovia só fica aberta entre os meses de maio e outubro, estendendo-se para novembro, dependendo da quantidade de neve acumulada.

Rodovia Trollstigen

Mirantes, cachoeiras e paredões rochosos encaixados em onze curvas de encostas íngremes, chegando a ter até 9% de inclinação. É assim que a Rodovia Trollstigen pode ser definida. O ponto turístico norueguês é composto por precipícios que proporcionam experiência única para o turista que passa de carro pelo local.

Aberta durante o verão, geralmente entre os meses de maio e outubro, variando de acordo com as condições climáticas, a estrada foi reconhecida recentemente como Patrimônio Mundial da Unesco. São 106 quilômetros de extensão de pura natureza.

Pertencente à Rodovia Fv63, com início na cidade de Geiranger, passando por Rauma e término em Eidsdal, a estrada também possui restaurante com visão panorâmica. Para dormir, é fácil encontrar acomodação em hotéis e pousadas nas cidades vizinhas.